El Jardin de Violeta – EntreLatinos & Tambora Sáb.21/10

0

EntreLatinos + Tambora – 100 anos de Violeta Parra

O ano de 2017 é um marco importantíssimo para a cultura latino-americana: o centenário de Violeta Parra (1917-1967). Chilena, folclorista, compositora, poetisa e arpillerista, uma artista completa. Com esse intuito comemorativo os grupos EntreLatinos e Tambora se unem para homenagear o legado musical de Violeta tanto na forma do folclore, quanto nas mais distintas temáticas abordadas em suas canções: o amor e o desamor, a denúncia da realidade social, a defesa dos direitos humanos, a ligação com o povo mapuche, o testemunho do cotidiano, e também suas letras cômicas.
A união EntreLatinos e Tambora não se restringe apenas à uma união entre grupos musicais, significando, antes, a união entre jovens de distintas nacionalidades, com distintas trajetórias e experiências pessoais, artísticas e musicais. Neste sentido, entendemos esse projeto faz jus a um dos principais e mais atuais lemas de Violeta que el canto de todos es mi propio canto, como ela cantou em Gracias a la vida.
Pode-se dizer que os projetos dos dois grupos são complementares. De um lado, a proposta do EntreLatinos, como o próprio diz, é a do espírito de união entre os diversos povos da América Latina, transitando por suas diversas expressões do canto popular, seus sotaques e suas histórias. De outra parte, o Tambora se propõe a resgatar as compositoras latino-americanas, por vezes esquecidas ao longo da história, com ênfase nas vozes e na percussão. 
A participação feminina nesse projeto, portanto, não se restringe à figura da “intérprete”, de modo que as mulheres envolvidas no projeto também são parte ativa nas cordas, na percussão e nos vocais. Desse modo, um projeto que tem a intenção de homenagear essa grande mulher latino-americana não poderia abrir mão do protagonismo feminino, do qual Violeta Parra foi sem dúvida uma pioneira. Ser mulher entre os anos 1950 e 1960 e rodar seu país e o mundo levando sua mensagem não foi uma tarefa que Violeta cumpriu sem vencer muitos obstáculos.

Data: 21/10/17
Horário: Exposição das Arpilleiras – 19 horas / Início do show: 20 horas
Ingresso: R$15,00 ( antecipado – 11 994886736) / R$20,00 no dia do show
Local: Ateliê do Bixiga – Rua Conselheiro Ramalho, 945 – Bela Vista – São Paulo – SP

Ficha técnica:
Ana Stinghen – Percussão
Francisco Prandi – Voz e cordas
German Rojas – Voz, sopro e cordas
Luana Baptista – Voz e percussão
Renata Espoz – Voz, percussão e cordas