O poeta e professor da USP, Felipe Chibás lança “O desafio de existir – 100 poemas de amor e uma canção desesperada”

0

 

Nessa sexta feira, 29 de dezembro, a partir das 19 horas acontecerá um novo lançamento e noite de autógrafos do quinto livro de poesia “O desafio de existir -100 poemas de amor e uma canção desesperada” do premiado escritor e poeta cubano Felipe Chibás Ortiz, o 20º livro de sua carreira. Durante o evento, a banda de música tradicional cubana integrada por Sury Speak, Ricardo Sotolongo y Ruben frederick, assim como o famoso musico Yaniel Matos e o brilhante solista de flamenco, Miguel Alonso, interpretarão poemas do escritor, quem também declamará algum de seus textos. Estará presente também o artista plástico cubano Alexis Flores realizando pinturas inspiradas na poesia de Felipe.O final será a partir das 22 horas com a banda de música cubana, dirigida pelo Maestro Jorge Ceruto.

Segundo a Elsie Carbó, reconhecida escritora e jornalista que escreveu a introdução, Felipe Chibás é considerado um dos maiores poetas latino-americanos contemporâneos vivo. “Dono de um estilo sui generis, de um lirismo inexplicável e uma fina sensualidade característica, que inclui sempre colocar ao final de cada poema hora e data na qual foram realizados, o que agrega uma certa atmosfera de atemporalidade surreal; da mão deste poeta percorrem-se vários caminhos…onde fica plasmada sua universalidade de pensamento e sua raiz original, ainda que na sua lírica assomam poemas dedicados tanto a Maya Angelou (escrito originalmente em inglês e que mostra sua erudição e preocupação com causas sociais), o Antigo Egito, Esparta, Roma, os Beatles, aos amigos, à sensualidade ou a um guaguancó, _gênero musical cubano….” declara Elsie.

O texto do livro está em português e espanhol. Uma das novidades desta publicação é a utilização do QR Code em poemas, por meio do qual o leitor acessará vídeos com performances, danças e declamações inspiradas em sua obra. A capa é do artista plástico mineiro, Fernando Fiuza.

“Estamos vivendo no mundo pós-humano, em que a tecnologia junto com a natureza e os novos processos sociais humanos ocupam cada vez mais as atenções. As tecnologias são úteis para o desenvolvimento. Entretanto, não podemos perder a poesia da nossa vida. A poesia que escrevemos diariamente com a nossa vivência, nossos relacionamentos, nosso dia a dia. Desde o trabalho que executamos, os estudos, até os filhos que criamos para o mundo. Cada ação desta é um grande poema de vida que escrevemos. Não podemos ‘tecnologizar’ nossos sentimentos. Viver com a tecnologia sim, mas sem perder a poesia e a ética”, explica Felipe Chibás.

Sobre o autor, o poeta e reconhecido professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Victor Aquino dize no prefacio: “Imagine-se, então, alguém ler esta afirmação ao transpor os umbrais do novo livro de Felipe Chibás Ortiz. Entenderá ao gostar do primeiro poema. Porque é fácil de ler. Porque é muito fácil de gostar. Um poeta contemporâneo, multicultural, sucedâneo de quem nasceu antes dele em Cuba, transnacional de quem escreve como ele no Brasil.”

Em uma linguagem própria que inclui sempre colocar ao final de cada poema hora e data na qual foram realizados, com altos valores estéticos, mas ao mesmo tempo comunicativa e accessível, Chibás tenta despertar esta reflexão no leitor por meio de seus poemas, que ultrapassam o tempo e o espaço geográfico, e trazem homenagens às diversas culturas, como a brasileira, cubana, egípcia, romana, maia, asteca, entre outras.

Os interessados podem inscrever-se no evento do Facebook a seguir:

https://web.facebook.com/events/154513411939024/

Sobre o autor

Felipe Chibás Ortiz, nascido em Havana, mora no Brasil há vários anos. Já escreveu quatro livros de poemas publicados em diversas línguas e países como Cuba, Brasil, México e Canadá: Em quanto tece a aranha sua teia de cristal (1993), Na cintura de Brasil (1997), Lenda Pessoal (1998) e Duas Havanas (1999).

Seus poemas têm sido musicalizados e inspirado peças de ballet clássico, dança contemporânea, flamenca e árabe.

Também é autor de 15 livros técnicos que abordam assuntos como Criatividade, Inovação, Cultura, Comunicação e Marketing. Entre eles: M@rketing Pessoal.com (2015) e Criatividade, Inovação e empreendedorismo na Era Digital (2017).

Professor livre docente, Doutor e Mestre pela Universidade de São Paulo (USP), é também especialista em Marketing Direto pela Universidade Alcalá de Henares, de Espanha, e psicólogo pela Universidade de Havana, leciona na USP, Universidade Presbiteriana Mackenzie e Centro Universitário Drummond.

Serviço

Dia: 29 de dezembro de 2017

Horário: a partir das 19 horas

Local: Centro Cultural Butantã (CCB)

Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1882, 05582-001 São Paulo

Entrada gratuita e sem consumação miníma.

Ficha do livro:

Titulo: O desafio de existir -100 poemas de amor e uma canção desesperada

Capa: Gravura de Fernando Fiuza

Formato: 7 x 21

Revisão: Elaine Gardinali e Aline Rosique

Editora: Multioficio

Número de paginas: 125

Local de vendas: Restaurante Turkihs no dia do lançamento. Depois no site da Multioficio Editora multioficio.com.br/

Mais informações: chibas_f@yahoo.es